Eduardo Bolsonaro diz que “imprensa está desesperada”

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usou seu espaço na CPMI das fake news para criticar a convocação do jornalista Allan dos Santos para a comissão. Allan, que é editor do site Terça Livre, foi o depoente desta terça-feira.

– E é por isso que tivemos no ano passado 62 mil casos de homicídio, números recordes de estupro, 13 milhões de desempregados. Mas o que domina os debates? É a fake news. O problema são os memes. É inacreditável que o povo pague os nossos salários para discutir esse tema – declarou o deputado.

Ao se dirigir para Allan, antes de fazer as perguntas, Eduardo afirmou que a “grande imprensa”, que envolve a Globo, o Estadão, e a Folha de S. Paulo, como apontou o deputado, está “desesperada”.

– A grande imprensa está desesperada porque não sabe como migrar para a internet. Você pega perfis como o do Joaquim Teixeira [humor de direita], que anteontem teve a 15º derrubada do Twitter, […] você vê um show de retuítes. Então eles [imprensa tradicional] ficam perdidos e não sabem o que fazer [para conseguir o mesmo]. Por isso eles chamam o Terça Livre para a CPMI.

Leia mais