"Foi uma emboscada da polícia", diz mãe de adolescente ferida em Paraisópolis

"Foi uma emboscada da polícia", diz mãe de adolescente ferida em Paraisópolis

A mãe de uma adolescente de 17 anos ferida durante uma confusão após a ação da Polícia Militar na madrugada deste domingo (1º) em um baile funk na comunidade de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, disse que a jovem levou uma garrafada na cabeça e um golpe de cassetete nas costas dados por um policial. Ao menos nove pessoas morreram pisoteadas, segundo a Polícia Civil. Outras 12 foram hospitalizadas com ferimentos.

Segundo a mãe da vítima (veja entrevista com a jovem no vídeo acima), a polícia preparou uma emboscada para os adolescentes que estavam no evento – no momento da confusão, havia cerca de 5 mil pessoas no local.

Já a Polícia Militar diz que agentes realizavam uma operação na comunidade – a segunda maior da cidade, com 100 mil habitantes – quando foram alvo de tiros disparados por dois homens em uma motocicleta. A dupla fugiu em direção ao baile funk ainda atirando, o que provocou tumulto entre os frequentadores, de acordo com a polícia.

Ver notícia completa