Roberto Justus desdenha de vírus mortal em áudio para Mion: “Só 10% a 15% dos velhinhos morrem”

Roberto Justus desdenha de vírus mortal em áudio para Mion: “Só 10% a 15% dos velhinhos morrem”

Roberto Justus desdenha de vírus e detona Mion

Roberto Justus entrou para os assuntos do momento nesse domingo por conta de um áudio que ele enviou para Marcos Mion. No registro ele ignora a situação do país e crítica a paralisação por conta do coronavírus.

O áudio começa com ele criticando Marcos Mion por conta do apresentador ter exposto um vídeo em que continha um apelo para a população se proteger nesse momento difícil. Roberto Justus continua e diz que “quem entende um pouco de estatística e parece que não é teu caso, vai perceber que é irrisório. E dos que morrem, mesmo dos velhinhos, só 10% a 15% deles morrem”.

Em seguida ele fala que o correto era apenas isolar os “velhinhos” pois eles estão no grupo de risco. Para Roberto Justus evitar aglomerações também é correto, mas o isolamento ele classifica como não necessário.

“Você está preocupado com os pobres? você vai ver a vida devastada da humanidade na hora do colapso econômico”, disse Roberto Justus. O empresário classifica o Covid-19 como uma “gripezinha” para 90% da população.

O apresentador ainda continua e declara que o vírus chegando na favela não matará muitos, com exceção dos “velhinhos” e pessoas com algum problema. “Na favela não vai acontecer porra nenhuma se entrar o vírus, muito pelo contrário, né? Essa molecada que está na favela. Então isso não é grave, grave é o que vai acontecer com o mundo agora. Uma recessão como nunca vista na história”, disse Roberto Justus.

O empresário foi duramente detonado nas redes sociais e o público não deixou de ressaltar que ele com 64 anos, não deveria está se referindo aos outros idosos como “velhinhos”, visto que ele também já se configura como quase idoso.

Leia a matéria completa, clique aqui.

Radio Online